Como Construir Relação Com Os Media

Por onne

Para qualquer empresa, é vital gerir a forma como se comunica com o exterior, tanto com o seu cliente alvo como com a comunidade envolvente, como a população local, parceiros de negócio, fornecedores ou instituições oficiais.

Comunicar com cada um destes segmentos exige tipos de mensagem diferentes, mas com o denominador comum da transparência, clareza e objetividade no que se pretende informar.A relação com os media é por isso vital na construção da comunicação de qualquer negócio, pelo que a manutenção dessas relações deverá ser um investimento primordial na elaboração da estratégia de marketing.

Os chamados “social media”, que hoje têm um poder indiscutível na comunicação, são um dos exemplos da constante necessidade de adaptação das empresas à relação com os media. Nos dias de hoje, ter contacto com um blogger de referência na área ou efetuar uma publicação numa página de referência pode significar um aumento de visibilidade maior do que outras publicações em meios mais tradicionais. É por isso importante que a estratégia desenhada por quem tem a responsabilidade da comunicação e da relação com os media não descure estas cada vez menos novas formas de comunicar.

Para uma eficiente relação com os media, é importante replicar sobretudo uma pergunta que fazemos aos nossos clientes: o que é que o meu cliente procura? De facto, se tivermos essa capacidade de nos colocarmos na pele do recetor, temos maior capacidade de adequação da mensagem. Perceber em concreto o tipo de conteúdo procurado por cada meio é a melhor forma de ajustarmos a mensagem a transmitir (porque nem todas as notícias são relevantes para todos os meios) e, dessa forma, o sucesso da nossa comunicação. Promover o contacto pessoal é por isso necessário para estabelecer esse contacto inicial, sendo igualmente necessário cultivá-lo periodicamente por forma a tentar construir uma relação de maior confiança e proximidade.

É também importante perceber que o trabalho de relação com os media implica profissionalismo extremo na comunicação com estes profissionais. Em primeiro lugar, os media lidam com inúmeras empresas como a nossa, que querem igualmente fazer chegar as suas mensagens importantes, da mesma forma que nós! Por isso, sermos claros e objetivos na mensagem é a forma de reter inicialmente a atenção do nosso recetor. Mensagens compridas ou com detalhes irrelevantes são facilmente negligenciadas em detrimento de mensagens sucintas e que sublinhem a principal mensagem a transmitir. Além disso, a composição destas mensagens com recurso a elementos audiovisuais apelativos são também outra forma de prender a atenção para a informação a transmitir.

Em resumo, qualquer departamento de comunicação se deve preparar para a relação com os media se quiser maximizar a sua eficiência. Esse trabalho começa pelo conhecimento concreto do tipo de meios onde interessa publicar qualquer mensagem (em que revistas, jornais, blogues, portais interessa comunicar?) e que tipo de informação é vinculada por esses meios (quem são os responsáveis? Quais os horários de fecho da informação?). Passa depois pela construção de uma mensagem eficiente, sucinta e objetiva, que seja capaz de prender a atenção de quem a publica. E, muito importante, termina numa constante renovação das relações, que só se forem alimentadas têm maior probabilidade de gerar o retorno pretendido.